TST: Empresa de tecnologia pagará horas extras por suprimir intervalo intersemanal

A 2ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou; uma conhecida empresa de tecnologia, ao pagamento de horas extras a um técnico de manutenção, que não havia usufruído de 35 horas contínuas de descanso entre semanas de trabalho.

O intervalo intersemanal resulta da soma do intervalo de 11 horas, com o descanso semanal de 24 horas.

Processo relacionado: RR-255-38.2012.5.09.0041

Fonte: Secretaria de Comunicação Social do TST “in” www.tst.jus.br

Voltar